Pular para o conteúdo
Início » Blog » Presente O apanhador no campo de centeio

Presente O apanhador no campo de centeio

Da editora

centeiocenteio

TRÊS PERGUNTAS PARA O TRADUTOR CAETANO W. GALINDO

centeiocenteio

centeiocenteio

centeiocenteio

Como foi traduzir O apanhador no campo de centeio?

Foi um desafio imenso. Primeiro pelo peso da responsabilidade de retraduzir um dos livros mais importantes do século XX e que conta com uma tradução clássica no Brasil. Segundo, pelo meu grande amor pela possibilidade de reproduzir a oralidade do nosso português. O livro é todo muito oral, e tentar me manter nessa corda bamba que é reproduzir a “fala” de um adolescente da metade do século XX sem parecer livresco, velho ou duro, mas mantendo o brilho e a originalidade da prosa… olha, foi puxado.

Para o leitor que já conhece a obra, quais diferenças você acredita que ele vai notar?

As traduções tendem a envelhecer mais que os originais. A primeira coisa que eu espero que o leitor perceba agora é a remoção de certa “pátina”. Mais ou menos como ver um quadro restaurado. E “bem” restaurado, se tudo deu certo! Espero que o texto fale mais diretamente com leitores de hoje, que o Holden tenha uma voz desprovida de estranhamentos agora desnecessários.

Como você apresentaria o livro para quem ainda não leu?

É uma pequena joia. Um mecanismo de relojoaria disfarçado de “performance” espontânea. É uma profunda meditação sobre coisas densas e incontornáveis, organizada com perfeição estrutural e temática. E, claro, é divertidíssimo, tocante… emocionante mesmo. Eu, pessoalmente, me sinto feliz demais de poder possibilitar o acesso de toda uma nova geração a esse romance.

centeiocenteio

A CAPA

A escolha da capa é uma das partes mais divertidas e desafiadoras da edição de um livro. Além de cumprir uma função comercial, funciona como uma espécie de síntese imagética do texto: trama, clima ou tema reduzidos a uma representação gráfica que conta, antes das primeiras páginas, a história do livro. A capa original de O apanhador no campo de centeio é uma das mais icônicas da literatura moderna, além de ser uma das mais bonitas. Assim, desde o início sabíamos que a capa criada por E. Michael Mitchell seria a da nossa edição: uma ilustração fortíssima, que traduz algo da própria inquietação do livro e de seu narrador.

salingersalinger

Editora ‏ : ‎ Todavia; 1ª edição (17 junho 2019)
Idioma ‏ : ‎ Português
Capa comum ‏ : ‎ 256 páginas
ISBN-10 ‏ : ‎ 6580309032
ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6580309030
Dimensões ‏ : ‎ 21 x 13.6 x 1.8 cm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.